Cabelo e unhas fracas? A carência de micronutrientes pode ser a causa

Sintomas como alopecia ou queda de cabelo e enfraquecimento ungueal são comuns nas consultas de dermatologia bem como em outras realizadas por profissionais que atuam no seguimento estético. Estes sintomas podem ocorrer no seguimento de diversas situações, incluindo a carência de micronutrientes.

Atualmente, sabe-se que os parâmetros normais de crescimento capilar podem variar de acordo com fatores como a etnia, a idade ou o género. Entre os distúrbios de queda capilar podemos nomear o eflúvio telogénico e a alopecia androgenética como os mais recorrentes entre a população. O eflúvio telogénico caracteriza-se por uma perda excessiva de fios capilares, acima da quantidade habitual, que está estimada entre 50 e 100 fios por dia. Já a alopecia androgenética, por sua vez, é a queda ou rarefação dos fios de forma transitória ou definitiva motivada por alterações hormonais.

Bastante comum é, também, o enfraquecimento e a quebra da lâmina da unha. Sabe-se que o desgaste físico e o movimento dos dedos influenciam o crescimento ungueal. No âmbito da dermatologia, identifica-se a síndrome das unhas frágeis (SUF) como uma causa para estes sintomas. Acredita-se que esta síndrome pode afetar cerca de 20% da população, sendo a proporção de mulheres duas vezes maior que a de homens.

Uma das causas que podem predispor o indivíduo a estes sintomas é a deficiência de micronutrientes como ferro, cálcio e vitaminas do complexo B, por exemplo. A suplementação com vitaminas do complexo B é comummente associada à melhoria da consistência, força e flexibilidade dos fios do cabelo. A biotina ou vitamina H atua como um cofator essencial para a síntese de queratina e a sua suplementação revela resultados positivos na literatura científica no que respeita à melhoria de unhas frágeis.

Portanto, além de realizar a anamnese do paciente, o nutricionista deve solicitar exames laboratoriais para avaliar a concentração de micronutrientes importantes de forma a descartar possíveis carências nutricionais que possam causar a queda capilar e a SUF. A indicação de suplementos contendo uma associação de vitaminas e minerais tem benefícios na evolução de casos relacionados com o cabelo unhas fracas o que contribui para a melhoria da qualidade de vida do paciente.

Referências

ADDOR, F.A.S. Influência da suplementação de nutrientes no metabolismo dos queratinócitos: estudo in vitro. Surgical & Cosmetic Dermatology, v. 4, n. 2, p. 150-4, abr. 2012. ADDOR, F. et al. Influência da suplementação nutricional no tratamento do eflúvio telógeno: avaliação clínica e por fototricogramadigital em 60 pacientes. Sistema de Información Científica, Espanha, v. 2, n. 6, p.131-7, jun. 2016. ADDOR, F. Efeito de suplementação nutricional no fortalecimento e crescimento das lâminas ungueais. Surgical & Cosmetic Dermatology, v. 8, n. 4, p. 311-5, 2016. FREITAS, C.A.M.; COHEN, J.F.V. Fisiopatologia de alopecia androgenética: uma revisão de literatura. Saber Científico, nov. 2018. SAWAYA, M.E. et al. Alopecia: unapproved treatments of indication. Clinics in Dermatology, v. 18, n. 1, p. 177-186, 2010. SCHALKA, S.; BOMBARDA, P.C.P.; CANALE, C. Composto nutracêutico no tratamento do eflúvio telógeno associado à síndrome das unhas fracas. Surgical & Cosmetic Dermatology, v. 10, n. 1, p. 55-60, jan. 2018.

Voltar